segunda-feira, 18 de abril de 2016

Eu tenho palavras demais
recebo palavras de menos,
a menos que eu fale,
a menos que sejam minhas.

Possuo seus abraços
mas estou escondido em suas redes sociais,
onde os mitos dominam seus desejos
pelo irreal que não existe,
pelo irreal que nunca será,
por aquela que busca-se
onde não está.
Onde eu não estou.

O amor escondido
as declarações expostas
onde está o real?
Onde está a ficção?
Que vida queremos viver?

Estou fraco
com as palavras cortadas
estou confuso
de alma indisposta
e caminhos perdidos.
Estou um escritor
sem escritos
vestindo a poesia que lhe resta
diante de gigantes perfeitos
e eu escondido
no meu pequeno buraco
sem fotos
sem nomes
sem declarações
só no meu canto,

Possuo apenas palavras
e devem ser poucas
para o mundo ideal.

Vou parar por aqui e não divulgar esse texto,
vou deixar escondido comigo.

Um comentário: